Coluna do Bozzo: Mano a Mano ou como se tornar um técnico da seleção brasileira de futebol

por Vinícius Augusto Bozzo (@o_penetra)

O futebol é a cara do Brasil e ser técnico da seleção brasileira é mais do que ocupar um cargo. Tem que se entender das regras, regulamentos, táticas, formações, psicologia esportiva, fisiologia, ter uma boa equipe de apoio e, enfim, ter tudo isto não basta. Com a demissão do nosso técnico Mano Menezes, comprovei o que já imaginava. Para ocupar esta vaga, o “candidato” deve ter uma empatia com o público. Algo que fique entre o artista, o apresentador de auditório global e um líder religioso.

Tem que ser a soma de Ivete Sangalo, Luciano Huck e Papa João Paulo II. Com uma pitada de Seu Lunga que dá todo um gostinho especial. Estou muito errado? Veja Luiz Felipe Scolari ou Zagallo. Isso também vale para outros esportes, veja Bernardinho no vôlei, Lari Passos no tênis.

Agora, se chamar Mano é muito prejudicial. Ficar mano a mano com a zaga é problema. Ser candidato a prefeitura de Fortaleza, como Elmano, também é problema. Mano Chao é o único bem sucedido, que mesmo dando adeus não saí das paradas de sucesso.

Mas a campanha do Mano Menezes com a seleção não foi das piores. Ele foi mal da Copa América, mas ganhou o Super Desafio “PES 2012” de Seleções… É, ganhamos da Argentina… Mas isto não basta, porque no Brasil técnico de futebol é o segundo presidente. É mais importante do que ser Presidente do Senado. Eu sugiro até para o TSE montar uma eleição direta para este cargo. Porque o povo não se lembra qual foi o último deputado federal que votou, mas os técnicos da seleção todos conhecem profundamente vida e obra.

Já que a “festa da democracia” das eleições dá tão certo, qual o problema de fazer uma “eleição fora de época”?

QUAL É O LINK

Aprenda línguas estrangeiras com Joel Santana Adnet – 

Coluna da Ludy: O preço de uma viagem internacional

Sim, eu sou uma pessoa internacional. E sim, eu fico me gabando publicamente. Os incomodados que se retirem (mas pera, não vai não. Vou contar um monte de coisas legais).

Isso mesmo, façam muitas piadas sobre essa foto.

E, pra quem achou que vou aqui dizer como sou podre de rica, infelizmente se enganou. Eu pechinchei até comida quando estive na Zoropa. Pois é, só tinha eu e outro cara mendigando em toda a Alemanha. Porque eu não conto o pessoal que toca música e bota um chapéu lá. Isso é diferente, é outro nível de mendigagem e eu acho inclusive que alguém devia ensinar os mendigos daqui a fazerem isso. Acho um absurdo esse povo que pede dinheiro sem fazer nada. Qual a minha motivação? Acho que é por isso que tem uns que se instalam no meio da calçada na maior, só pra eu perder a paciência e dar dinheiro pra eles saírem do meio.

Mas enfim, não estamos aqui pra falar de gente pobre (a não ser eu), estamos aqui pra falar de fineza, de carne de porco e presunto e mortadela a perder de vista. E de nutella. Sim, podem me imaginar 6 quilos mais gorda.
Comida demais + atividades de menos + frio = hibernação. sabiam não?

 

 

 

Minha gente, o que é uma pessoa matuta no meio da Europa, não?! Eu não sabia pra que lado olhava. Eu queria tirar a roupa e morrer congelada, até porque seria uma conquista totalmente inédita pra uma nordestina. Como vocês podem supor, eu não morri. Porque lá, meus queridos, tem aquecedor até no banheiro. Se duvidar, devia ter um aquecedor na casinha do cachorro.

Óia, neve. Neve! NEEEEEVE!

Tudo é tão maravilhoso que fui assistir Missão Impossível 4 no cinema. Era dublado em alemão (e eu não falo nem oi em alemão) mas isso é detalhe, né. Quem de vocês pode dizer que viu um filme na Alemanha? Quem? Quem?

Ah, mas nada melhor que chegar em terras tupiniquins depois de 40 dias no inverno europeu (Pfffff), aquele calorzinho bacana, usando três calças jeans (não perguntem como consegui vestir. Ou tirar. Também não consigo explicar) porque não cabia mais nada na mala. Depois de 10 horas seguidas de voo, onde tive tempo de dormir, assistir filme, desenho, ouvir música, tomar café da manhã, almoçar, preencher formulário da Alfândega (eu tenho cara de quem tá trazendo mais de cinco mil reais em produtos?) e traduzir o formulário pra um estrangeiro, ufa, tudo que você quer é o aconchego do seu lar.

Mas pera: o voo atrasou, querida. Se aconchega aí no banheiro do aeroporto (com aquela descarga disfarçada de portal pro inferno) e espera o próximo voo, amanhã. Pra minha mãe, nada disso importa. O que importa é que ninguém avisou que meu avião estava com falhas técnicas. Não importa que eu não morri. O importante é que eu podia ter morrido.

Nunca tinha reparado que houve tantas oportunidades de eu morrer nessa viagem.

Qual é o link?

É pobre e quer ir pra Europa? Siga as dicas: http://camelandonaeuropa.blogspot.com.br/2010/09/destinos-europeus-de-viagem-para-gente_19.html

Como fingir que foi pra Europa: http://jenios.naosalvo.com.br/a-torre-eiffel-ta-tao-diferente/

Coluna do Gilliard: TV

By… tinga do @GilliardBM 

Pois, bem! E num é que já estou de novo com essa “rumação” de coluna. Dessa vez serei breve que nem o título. Penso em aparecer na TV fazendo Stand Up (sério mesmo), não é nada fácil eu sei, e tenho pesquisado muito sobre o
gênero e alguns artistas. Pude perceber, ao longo das inúmeras pesquisas, que assim como ir ao banheiro e esquecer o controle da TV na tampa da privada o Stand Up está para publicidade. Na verdade eu creio que nos cursos de publicidade deve ter alguma cadeira de Stand Up, talvez só não tenha pelo fato de Stand Up querer dizer algo em pé (Tum Dum Tsss!).

Qual é o Link, dessa conversa? Nenhum!

Brincadeira tem sim! É que publicidade lembra propaganda, comercial de TV coisa e tal. E tem comerciais de TV que são grandes marcos. Um exemplo é aquele comercial do primeiro sutiã da Valisére, e se tem alguém lendo isso aqui e lembrou
desse comercial, saiba que o grande marco é você assumir que já tem mais de 25.
Tem comerciais legais e outros um tanto intrigantes. E como fazer intriga é com a gente mesmo, lembro bem do comercial de
lançamento do Veloster da Hyundai, em que eles enfatizavam o carro, com a seguinte narrativa “me responda, você já viu um carro de 03 (TRÊS) portas?”, na época queria ter direito de resposta, responderia sim, a Kombi!

Porque eu escrevi toda essa besteirada acima?
Só pra dizer aqui embaixo que o relato seguinte não vi em nenhum comercial, e sim ao vivo. Fui ver outro dia o lançamento de uma TV da Samsung, a Smart TV. E a Sul-Coreana vem extrapolando ultimamente em tecnologia de ponta. Ela deve ter algum fetiche em batizar seus produtos de Galaxy, é Galaxy isso, Galaxy aquilo. Acho que internamente essa TV foi batizada de “The Cock of the Galaxy”, desculpem meu inglês googleano. Cá pra nós, a TV é do caralh% mesmo! Ela vem com USB, HDMI, Wi-fi, MHL, 3D, ISDB-T, EPG disponível, Comando de voz, controle de movimento e reconhecimento facial, vocês sabem o que é ter uma TV com comando de voz?

Você diz pra sua TV, liga! Ela Liga. Você diz, desliga! Ela desliga.
Você diz pra baixar o volume, e pasmem (soou viado?) ela baixa.

.
Em suma você conversa com a sua TV.
Confesso, quando vi essa TV me emocionei (snif) de verdade. E só consegui pensar em uma única pessoa, minha Vó.
Juro que eu queria que minha Vó estivesse viva ainda, só pra esfregar na cara, principalmente dos familiares, que não era esquizofrenia falar com a TV.

Afagos…

Coluna do Paulo: Lady Gaga no Brasil!

Poderia ser um sucesso e até agora não foi. A chegada da Lady Gaga ao Brasil  juntou milhares de fãs enlouquecidos, pena que não compraram os ingressos né?! O INGRESSO DA GAGA ENCALHOU quem comprava um, ganhava dois, promoções em sites de compra coletiva foram feitas, os ingressos estavam até dentro de caixa de cereal, bolacha Maria e outros.

Os ingressos estão na faixa de 190 a 750 reais, eu nunca pagaria tudo isso. Se fosse pelo menos o Babau do Pandeiro ou o Reginaldo Rossi até que ia. A diva Gaga (nossa que gay falar diva Gaga) promete ousar com seus pequenos monstros (e assim que ela chama seus fãs) em seu show. Agora fala sério, pagar 190 ou 750 contos pra ver uma tia vestida com roupa de carne, e coisa de monstro mesmo PQP, prefiro ver o Gilliard vestido de Barbie… Se bem que seria, realmente, bem melhor ver o nosso Gilliard de Barbie. #FicaADigaProdução.

Em meio às criticas envolvendo a Lady Gaga e seus shows no Brasil, no YouTube estão bombando vídeos de fãs da moça, “eles chora”, “grita”, alguns até falam em roubar a Gaga pra eles, e muito lindo! VEJA (Por favor, alguém coloca algum link de fã dessa moça) Quero ver quando for os fãs do Qual é o link fazendo isso.

Esse outro é muito bom!

A Gaga no primeiro show no país levou um objeto na cara, alguém jogou um bagulho nela, teria que ter uma placa: “Por favor, não jogar nada na artista, o show é ruim, mas não vale a pena, seu objeto vale mais”.

Ps: Adoro a Lady Gaga, principalmente aquela musica dela… LIKE A VIRGIN!